6dicas

6 dicas para os novos vanlifers

Este artigo é aquele que gostaríamos de ter lido antes de termos comprado a vanilla e nos termos lançado no mundo na vanlife. Há 4 anos, quando decidimos que queríamos comprar uma van, não encontrámos praticamente informação nenhuma em português que nos ajudasse. 
Não somos nenhuns experts na matéria, e sabemos bem que o que funciona para umas pessoas pode não funcionar para outras. No entanto, já andamos nestas andanças há tempo suficiente para vos darmos alguns conselhos para se puderem aventurar no mundo da vanlife com mais algum conhecimento.

6 dicas de vanlife

6 dicas para os novos vanlifers

1. Alugar e experimentar antes de comprar

Esta é uma dica que nós recomendamos, mas que, não o fizemos. É daquelas coisas que correu bem, mas podia ter corrido muito mal.

No nosso caso, nunca tínhamos viajado de van antes de termos a Vanilla e hoje reconhecemos que foi um risco. Foi um risco fazer uma viagem para a Croácia assim que a recebemos, sem sabermos nada do funcionamento de uma van? Foi. Acabou por correr tudo bem e percebemos que realmente a vanlife é a nossa praia, mas infelizmente já conhecemos várias pessoas que não se adaptaram assim tão bem e mais tarde acabaram por se desfazer das suas vans. O que teria sido escusado se tivessem tido essa experiência antes da compra.

Se o facto de nos termos adaptado bem a este estilo de vida foi um sucesso, algumas das escolhas que fizemos para a Vanilla não foram as mais acertadas. Por exemplo, uma das características que procurávamos numa van era ter duas camas, achávamos que teria toda a lógica porque se a van tinha 4 lugares sentados deveria ter lugar para 4 pessoas dormirem, além disso achávamos que iríamos viajar com amigos então era essencial. O que é que aconteceu? Há mais de três anos que temos a Vanilla e apenas duas vezes tivemos amigos a viajar connosco. Abdicámos de ter dois armários no quarto para ter uma cama que raramente utilizamos. E apercebemo-nos do erro assim que começámos a colocar as coisas na Vanilla antes da primeira viagem, não tínhamos praticamente arrumação! É claro que conseguimos viver com isso e arranjámos soluções, no entanto poderia ter sido evitado.

O que queremos com isto dizer é que conheçam previamente o que estão a pensar comprar ou fazer, para evitar gastos desnecessários no futuro ou até mesmo uma grande desilusão.

6 dicas de vanlife

2. Planear o local onde dormir com antecedência

A ideia de sair de van sem rota nem destino é maravilhosa, mas no entanto um bocadinho utópica nos dias de hoje. A prática do autocaravanismo é cada vez mais recorrente e consequentemente a legislação em certos países está mais apertada.

Por isso, este ponto é fundamental no nosso ponto de vista. Nem sempre o fizemos, mas a experiência ensinou-nos a ter um plano B sempre definido, caso as coisas não corram como estamos à espera.

Como fazemos? Sempre que planeamos uma viagem, sabemos (mais ou menos) para onde vamos e quantas noites vamos passar, então pesquisamos os locais onde é permitido ficar naquela região e marcamos no mapa. Isto não quer dizer que fiquemos necessariamente nos locais previamente escolhidos, porque se encontrarmos outro local para pernoitar por acaso, é onde ficamos. E apenas se sairmos muito da rota que tínhamos planeado, durante a viagem, geralmente no dia anterior tiramos um tempo para fazer essa pesquisa e marcar um ou dois sítios onde sabemos que é permitido ficar, as condições que o local tem e o preço.

Este processo poupa-nos imenso tempo em viagem, faz com que disfrutemos mais e não passemos o tempo todo com o stress – onde é que vamos dormir?

Nós usamos a aplicação Park4night que nos mostra locais (em todo o mundo) onde é possível pernoitar e fazer serviços. Lemos sempre os comentários, pois alguns dos locais assinalados estão sujeitos a multas, interditos em certas alturas do ano, tem limites de altura, etc…

6 dicas de vanlife

3. Ter dinheiro de lado para uma emergência

Esta é mais uma daquelas coisas que aprendemos por experiência própria. Viajar com uma van pode trazer custos que não estamos à espera. É verdade que temos os nossos seguros pessoais e seguro de viagem, mas devemos ter noção que eles não englobam tudo.

De início quando fazíamos o planeamento de uma viagem, contávamos com o preço do combustível, alimentação, experiências que poderíamos querer fazer pelo caminho, um ou outro jantar em restaurantes e até mesmo um dinheiro extra para comprar recordações de viagem, mas nunca nos lembrámos que seria melhor ter algum dinheiro de lado caso tivéssemos uma emergência. Até ao dia em que precisámos.

Fomos passar um fim de semana a Annecy (França) e o Ruka enganou-se e colocou gasolina em vez de gasóleo na Vanilla. Quando nos apercebemos, falámos com a nossa seguradora para tratar da situação, mas era feriado e não havia oficinas nem reboques por perto que nos pudessem ajudar. Tivemos de ficar dois dias parados num estacionamento até que conseguimos um reboque que trouxesse a Vanilla para a Suíça. A reparação foram 700 Euros e a seguradora apenas cobriu os custos do transporte.

É verdade que foi um erro nosso, mas acreditem que coisas parvas não acontecem só aos outros.

Neste caso foi um erro de combustível, mas poderia ter sido uma avaria, um roubo, etc.. Nunca se sabe quando vamos ter uma notícia triste ou uma reparação inesperada onde somos obrigados a ter de gastar dinheiro, por isso o melhor é estar precavido e contar já com um budget para essas emergências.

No caso de uma van de aluguer aconselhamos-vos a lerem bem o que diz nas letras pequeninas do contrato pois nem tudo está assegurado. 

6 dicas de vanlife

4. Saber as regras do código da estrada nos diferentes países

Maioritariamente as regras são iguais em todos os países europeus, mas existem pequenas diferenças em cada um deles, que é importante saber quando saímos à aventura num novo país.

Por exemplo: Na Suíça é obrigatório a compra de uma vinheta para viajar nas autoestradas e é valida para todo o ano, enquanto na Eslovénia é possível comprar uma vinheta para um determinado período, mas ambas tem de ser coladas num local específico da viatura. Portugal, Espanha e França obrigam a ter colete reflector e triângulo em cada veículo. A Alemanha tem as chamadas Autobahn, que não têm limite de velocidade em certas zonas. Algumas das grandes cidades europeias estão a proibir o tráfego a veículos com altas emissões de CO2.

Por isso, antes de viajarem para num novo país, aconselhamos a pesquisar, não só as regras do código da estrada, mas também a legislação em relação ao parqueamento selvagem.

Há países onde o campismo selvagem é proibido e sujeito a multas pesadas, noutros é proibido, mas não há controle, enquanto noutros é permitido no entanto não é aconselhável.

6 dicas de vanlife

5. Reduzir os bens materiais

Esta parte depende muito do tamanho da vossa van, mas de certeza que levar a televisão de 44 polegadas que têm na sala de estar, não é a melhor ideia.

Fora de brincadeiras, devemos pensar o que realmente é importante e útil para nós dentro da van. Levar apenas aquilo que sabemos que vamos usar. Ter em atenção a quantidade de roupa e sapatos, escolher peças mais versáteis e práticas. Utensílios de cozinha, levar o essencial para o dia-a-dia e para o número de pessoas que viaja connosco. Mesmo em relação à comida, tentar fazer uma boa gestão para que nada se estrague, e se for preciso há sempre um supermercado onde comprar. Decorações e objectos pessoais sabemos bem que são necessários, no entanto não é preciso exagerar, porque espaços pequenos têm tendência a ficar desarrumados mais depressa, e uma casa arrumada é igual a uma mente arrumada.

Por isso, seja qual for a duração da viagem ou tamanho da van, achamos importante dedicar algum tempo para pensar no que realmente é importante levar. Aconselhamos a fazerem uma check-list para fazer esta gestão de uma melhor maneira.

6 dicas de vanlife

6. Cuidar da natureza e do espaço público

Infelizmente uma das coisas de que os autocaravanistas/vanlifers têm fama, pelo menos em Portugal, é de serem uns “porcos”. É triste, mas muita gente associa este estilo de vida ou forma de viajar a pessoas sem regras, pouco higiénicas e que se apoderam da via púbica para dormir e fazer necessidades.

Se há coisa que odiamos são estereótipos, e por escolhermos esta forma de viajar não quer dizer que sejamos todos iguais, que o façamos da mesma forma ou que tenhamos todos a mesma educação. Também seriamos hipócritas se disséssemos que os autocaravanistas/vanlifers são todos uns santos, que não deitam lixo no chão, fazem a reciclagem e não gastam plástico. No entanto temos vindo a reparar que são cada vez mais os que se preocupam com o meio ambiente, com a natureza e com a sua pegada ecológica. E é esta consciencialização que queremos transmitir. Queremos transmitir não só a quem está a dar os primeiros passos na vanlife como a quem já o faz há muito tempo, para que além de estarmos a contribuir para um planeta mais saudável, possamos também todos ser mais bem vistos aos olhos da população.

Tentamos deixar os locais por onde passamos sempre melhores do que os encontrámos. Um lema que seguimos há muito tempo e que se tornou um hábito.

Por exemplo, no local onde dormimos apanhamos sempre o lixo que houver à volta. Se pensarmos bem, quando ficamos num local, várias pessoas vêm uma van ali estacionada durante algum tempo, que foi embora e deixou um monte de lixo à volta, mesmo que o lixo não seja nosso, vai ficar associado a nós. Por isso se perdermos 5 minutos a apanhar o lixo de outros não nos “cai um parente na lama”, como contribuímos para um mundo melhor e melhoramos a nossa reputação.

E quando falamos de cuidar da natureza e do espaço púbico falamos não só do lixo, mas do uso da via pública com “conta, peso e medida”.

Principalmente quando fazemos campismo selvagem devemos ter em atenção que estamos a ocupar um espaço que não é nosso, e para que não se criem problemas aconselhamos a evitar ocupar um grande espaço em volta da van com mesas cadeiras e afins, a ter atenção ao ruído e respeitar o que está à nossa volta.

6 dicas de vanlife

Este é um tema sobre o qual nos temos debruçado ultimamente e gostaríamos de partilhar convosco. Queremos falar-vos das mudanças que temos feito na nossa vida para contribuir para um planeta mais saudável, optando por um consumo mais responsável e consciente, e utilizando produtos amigos no ambiente. Não podes perder o nosso próximo artigo. Fica atento!

 

E não te esqueças, Vanilla Connosco!

 

This Post Has One Comment

  1. Nuno

    Olá Vanillaconnosco, muito obrigado pelas dicas, irei lembrar-me delas quando iniciar-me nesse mundo, pois vocês já deixaram o bichinho por ele eheh.
    Obrigado igualmente pela inspiração!!!

Comments are closed.

Partilha este artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp

Subscreve a nossa newsletter